Capa » ARTÍSTICA & CULTURAL » 27 anos de Saudade do Missioneiro Cenair Maicá

27 anos de Saudade do Missioneiro Cenair Maicá

No dia 02 de janeiro 2016 completa 27 anos da morte de Cenair Maicá – Biografia, a cultura gaúcha desde 1989 perdeu um de seus grandes poetas: Cenair Maicá. Em homenagem a esse grande artista que se destacou por cantar temas como a água, a terra, o indígena e a natureza. Cenair Maicá  nasceu em Tucunduva/RS, em 03 de maio de 1947 e morreu em Porto Alegre/RS, em 2 de janeiro de 1989. Foi um músico missioneiro, conhecido por cantar a natureza e os índios, além de ter sido um dos 4 troncos Missioneiros ao lado de Jayme Caetano, Pedro Ortaça e Noel Guarany.

“CANTOR DAS ÁGUAS  Autor: Jaime Caetano Braun
Ele vinha das barrancas do rio touro floreando o canto da primeira serenata, era o troveiro de boina e alpargata da velha estirpe, com brasões de pelo e couro!
Cantor das águas que nasceu de contrabando no aguapezal dum bebedor de Tucunduva, um sapucai de mato grande, repicando o próprio grito das missões pdindo chuva!
Com aquela gana missioneira na garganta e a própria ânsia de copiar a natureza levava – nos e encontros a certeza que há um santo guia no destino de quem canta!
Curta passagem pra canção tão longa, viveu tão pouco mas cumpriu a sina, se foi – ao tranco, sacudindo a crina, com lua e sol, com chamamé e milonga!
O Rio da Infância se tapou de mágoas chorando o filho que saiu de lá, calou o canto do Cantor das Águas, não canta mais o Cenair Maicá!”

Fonte: Portal das Missões.

BOMBEIA TAMBÉM, TCHÊ!

Piquete inova e conquista concurso com prato a base de peixe

Piquete 345: Desgarrados da República, do bairro Partenon, saiu do convencional e venceu o concurso. ...