terça-feira, 21 agosto 2018
Capa » PROSEANDO » 52 anos de amor as tradições do Rio Grande do Sul

52 anos de amor as tradições do Rio Grande do Sul

Peço-lhe licença saudando a cada gaúcho que se espalha por este Mundo Grande de Deus. Mais um encontro semanal com o Proseando com Ratinho Chaves se aprochega aqui no mundotradicionalista.com.br, onde agradecemos ao nosso Patrão Maior por permitir a nós estar mais uma semana proseando com você e a ti parceiro, que reserva uns minutos de seu tempo para aqui estar junto com o Ratinho Chaves, o nosso muito obrigado.

Nesta semana o PROSEANDO COM RATINHO CHAVES trás um pouco da história desta Entidade que há 52 anos nasceu na Terra dos Marechais para cultuar as tradições deste chão sulino, o Centro de Tradições Gaúchas TARUMÃ.

fotoTARUMÃ

O CTG TARUMÃ foi fundado em 16 de outubro de 1963, sendo que logo após foi construído o seuGalpão Crioulo, o qual se encontra localizado a Rua João Manoel, 516, na cidade de São Gabriel e quando de sua inauguração em 13 de janeiro de 1968, foi contratada a dupla Os Bertussi para animação do fandango.

O lema do CTG Tarumã é “Da ilhapa até a presilha, gaúcho em qualquer coxilha”, e sua entidade amadrinhadora é o CTG Farroupilha, da cidade do Alegrete/RS.

O nome CTG TARUMÃ foi motivado por uma árvore, que é um verdadeiro símbolo da tradição gaúcha, cujas flores e cerne amarelo, viram pedra dentro d’água. Esta árvore cujo nome é TARUMÃ, também denominou diversas estâncias e fazendas em nossa região.

O CTG TARUMÃ conta com um grande número de associados, em todas as suas categorias, o que faz com que o CTG TARUMÃ seja hoje e sempre, uma entidade reconhecida e admirada em todo o Estado do Rio Grande do Sul.

O CTG TARUMÃ ao longo se sua existência tem divulgado e cultuado as nossas tradições com muito brilhantismo, conquistando vários títulos, tanto na parte campeira, como artística e cultural.

Além das participações nacionalmente, o CTG Tarumã também já levou a cultura gaúcha para o exterior, como Santarém em Portugal, Madri na Espanha, onde a Invernada Artística da época foi chefiada por Paixão Cortes, Darci Fagundes e o Pesquisador e Escritor Duarte de Laytano.

Na América do Sul, o CTG Tarumã esteve na Argentina e Uruguai.

Realiza anualmente no mês de abril o tradicional RODEIO INTERNACIONAL DO MERCOSUL, sendo que em sua 14ª edição, foi considerado pelo MTG – Movimento Tradicionalista Gaúcho o segundo maior rodeio do Estado do Rio Grande do Sul.

São 52 anos de dedicação plena as tradições deste pago santo, onde as vaidades e orgulho são deixados no lado de fora, pendurados no cabide da humildade. Entidade que tem em seus eventos, promoções ou ações, sempre um hall de no mínimo dez Ex-Patrões trabalhando para o engrandecimento da Entidade e das Tradições do Rio Grande do Sul.

Essa participação de Ex-Patrões demonstra que a simplicidade é uma das maiores grandezas do CTG Tarumã, pois o cargo de Patrão é obrigatório dentro das normas e estatuto do Tarumã, mas jamais, se quem quer que for, deixa-o subir para a cabeça, sendo sempre, independente do cargo de “Patrão” o colaborador assíduo da entidade.

Nestes 52 anos de existência muito se contribuiu para a Cultura Gaúcha, pois no seu dia-a-dia, com suas portas abertas, crianças, adolescentes, jovens, peões, prendas, independente de sua idade, cor, raça, religião ou situação financeira adentram as dependências da Entidade, buscando sempre o melhor para si e consequentemente cultuar as tradições gaúchas, neste que é um dos Movimentos mais organizado do mundo, que é o Movimento Tradicionalista Gaúcho.

Que o Patrão da nossa Estância Grande continue abençoando nossa Entidade Tradicionalista, para que juntos possamos por mais 50 anos, 100,… enfim, pelo resto da existência estar sempre contribuindo, não só para a formação de novos gaúchos, mas para a formação de uma sociedade mais fraterna, simples e responsável.

LETRA DA MÚSICA QUE CONTA UM POUCO DA HISTÓRIA DO CTG TARUMÃ

Letra e Música: Danner Marinho

O sonho e a realidade

a nossa inauguração

De um CTG que hoje é exemplo à cultura e tradição.

Uma grande festa aconteceu para comemoração

Com lindo baile e a alegria se espalhava no salão.

Logo um convite, para dançar no exterior.

E levar nossa cultura, para Portugal.

Em Santarém dançamos com paixão

Mostramos o orgulho e o amor ao nosso chão.

Os nossos fandangos, bem animados.

Tem rancheira, chote,valsa e o bugio.

“EU VOU DANÇAR, FANDANGO DE GALPÃO…”.

Os peões mostram o compasso,

Em uma rancheira nos quatro costados

O RODEIO CRIOULO uma linda festa

no tradicional MERCOSUL

Peões firmando o braço, defendendo suas origens.

Entre a terra a poeira eo laço

VEM O PIAZITO, CORRENDO BOI NA CANCHA DO MERCOSUL

ESTAPO, MANDOU, É BOA A ARMADA DO GAROTO.

“ÉO RODEIO CRIOULO DO CTG TARUMÃ.”

Nosso RODEIO ARTÍSTICO se mistura

“AI BOTA AQUI, AI BOTA ALI O TEU PEZINHO”.

“O TEU PEZINHO, BEM JUNTINHO COM O MEU…”.

A beleza, a magia e a cultura

Entre dança sarandeio e sapateio

No canto a poesia eo violão

Em nome de uma entidade.

Gritam bem forte e bem alto

São 50 anos em nossos corações.

SOU TARUMÃ, UM CULTO DE AMOR A TRADIÇÃO.

SÃO 50 ANOS, 50 ANOS DE PAIXÃO A CULTURA E TRADIÇÃO.

É O MEU CTG TARUMÃ, TARUMÃ.

50 ANOS DE HISTÓRIA NESSE CHÃO…

 

NESTE CHÃO… HOHOHOOOOOOOOO

GRITAM BEM FORTE,

SÃO 50 ANOS TARUMÃ.

LETRA DA MÚSICA QUE FALA DA ÁRVORE TARUMÃ

Letra e Música: Danner Marinho

Vento que bate folhas que caem

Nossa historia juntos nem o vento derruba,

Teu nome nos deu origem

A flor amarela em nosso lenço estampada.

Tua imagem, copada nos dá a sombra.

Nossas paredes e telhas nos dão abrigo.

Feito um esteio de cerne bruto

O nome dessa arvore é TARUMÃ.

TARUMÃ NOSSO CORAÇÃO

ASSIM COMO TU, SOLIDA FEITO PEDRA.

A NOSSA PAIXÃO

TARUMÃ,

TARUMÃ CONTANDO TUA HISTÓRIA

EM DANÇA, BRINCADEIRA E CANÇÃO.

Ao pé de um Tarumã,

Meninos brincando com ossitos,

meninas com suas bonecas de pano,

Cantando canções de ninar.

Tuas raízes e origem, nossa cultura e tradição.

Tua flor linda e amarela como o sol

Que nos dá brilho e nos traz a emoção.

Dançamos com a alma e com coração

Tua e nossa história,nessa canção.

TARUMÃ NOSSO CORAÇÃO

ASSIM COMO TU, SOLIDA FEITO PEDRA

 A NOSSA PAIXÃO

TARUMÃ,

TARUMÃ CONTANDO TUA HISTÓRIA

EM DANÇA, BRINCADEIRA E CANÇÃO.

Muito Obrigado gaúchos e gaúchas por estar aqui junto a nós, proseando sobre o que de melhor existe ou está acontecendo em nosso Movimento Tradicionalista Gaúcho, pois somos tradicionalistas e não “estamos” tradicionalistas.

52 ANOS 257

Antes de encerrarmos nossa Prosa semanal, gostaríamos de PARABENIZAR a PATROA do CTG TARUMÃ, Déia dos Santos de Souza que nesta segunda-feira, 19 de outubro, esta completando mais um ano de vida, que nosso Patrão Maior esteja sempre te iluminando Patroa para seguir sendo essa pessoa extraordinária, simples, humilde e acima de tudo tradicionalista. Que as bênçãos de nosso Senhor lhe protejam, ilumine e o conduza sempre para o melhor caminho, pois assim estará conduzindo as rédeas do CTG Tarumã como sempre o fez, com dedicação, responsabilidade e foco, e com certeza estará contribuindo para a formação de uma sociedade mais justa, fraterna e igualitária. PARABÉNSDéia. FELIZ ANIVERSÁRIO.

Que nosso patrão celestial derrame todas suas benção sobre cada um de vocês e juntos possamos estar a cada semana proseando sobre as tradições deste pago santo.

“Sirvam nossas façanhas de modelo a toda terra”.

Sobre Leandro Chaves

Leandro Chaves
Professor e Tradicionalista. Filho de Italmir Maldonado Chaves (in memoriam) e Ana Maria Castro Chaves. Exerceu diversas funções em Entidades Tradicionalistas de São Gabriel; foi Sota-Capataz e Tesoureiro da 18ª Região Tradicionalista. Atualmente integra o Departamento Social do CTG Tarumã. É o idealizador do Mennatchê, um evento tradicionalista realizado no mês de Setembro, dentro de uma Escola Pública, que tem como objetivo cultuar as tradições do RS.

BOMBEIA TAMBÉM, TCHÊ!

Caçapavano ganha reconhecimento do MTG por atividades tradicionalistas

Na última sexta-feira (01/12) o Caçapavano Lucas Mota recebeu uma homenagem em reconhecimento aos serviços ...