quarta-feira, 17 Janeiro 2018
Capa » PROSEANDO » Adeus Ano Velho! A DEUS Ano Novo!

Adeus Ano Velho! A DEUS Ano Novo!

Ano Velho já é passado. 2015 ficará apenas na lembrança, seja das coisas boas ou das ruins. Mas com certeza aprendizado nos deixou. Vivências, encontros, realizações estarão sempre nas nossas mentes.

Ano Novo, Nova vida, 2016 chegou e a Deus pertence. Ele nos entrega um livro em branco e nós com uma caneta escreveremos nossa história. Depois de escrito não adianta querer arrancar alguma das folhas, pois essa página da nossa vida estará registrada para a história.

Os erros do Ano Velho servirão para refletirmos sobre qual mudança devemos fazer neste novo Ano, para que assim possamos corrigi-los e consequentemente acertá-los.

Em nosso Movimento Tradicionalista não é diferente, a cada ano um novo livro será escrito e após não mais adianta querermos rasgar alguma folha deste livro, pois já é parte da história. Muitos erros foram cometidos, e esses deverão ser revistos para que neste novo ano não volte a se repetir.

A nível Estadual, nosso órgão maior, deverá rever muitas páginas do livro escrito em 2015, muitos erros, muitas falhas, mas a principal, em nosso ponto de vista, é seus dirigentes, que ao invés de coordenarem nosso Movimento Tradicionalista Gaúcho, acham que são seus “donos”, ditam regras e apenas querem se promover usando este que é o quinto maior movimento social deste Mundo Grande de Deus.

Esperamos que esses ditos “tradicionalistas”, ao invés de buscar suas promoções pessoais, neste novo ano, revejam suas posições e travem uma verdadeira guerra de simplicidade e autenticidade, assim, trabalhem diuturnamente para cada vez mais enaltecer as tradições deste Rio Grande do Sul.

O Movimento Tradicionalista Gaúcho não é de seus dirigentes, não é um órgão financeiro, é sim de todos os gaúchos, deverão pensar mais no bem coletivo e não em onerar o bolso dos gaúchos que usam o tradicionalismo como paixão, esporte, lazer e amor as coisas deste chão sulino.

Já no Movimento Tradicionalista de São Gabriel acreditamos que muita pouca coisa deverá ser revisto, principalmente na área organizacional dos eventos, são apenas ajustes, pequenas adequações para o bem da coletividade gaúcha e isso temos a certeza que o Patrão da CTM, juntamente com sua equipe, já está revendo.

A nossa Coordenadoria Tradicionalista Municipal, com 30 anos de existência, é um referencial aos demais municípios, pois aqui na Terra dos Marechais, existe também seu Enart (claro sem erros de resultados), Fecars, Ciranda e Entrevero,… em um só evento, a Reculuta Municipal, pois durante o ano realizam-se provas artísticas, campeiras, culturais e esportivas entre as entidades tradicionalistas, surgindo novos talentos, que no futuro vem a se destacar a nível regional e nacionalmente.

Confiamos nos nossos dirigentes locais de São Gabriel, pois eles tratam a nossa cultura como a maior herança que herdamos de nossos antepassados, jamais usam o Movimento para suas promoções pessoais e tratam o nosso tradicionalismo como a herança de um povo, ou seja, como deve ser tratado e respeitado por todos.

Esperamos que muitos que “estão” tradicionalistas de nossa Querência Amada, deste Rio Grande do Sul, saibam neste novo ano, dividir e separar o interesse pessoal do coletivo, o coletivo é um bem maior e precioso e, que cada gaúcho deste Brasil, possa falar de peito aberto EU SOU TRADICIONALISTA COM MUITO ORGULHO.

Que os tradicionalistas sejam simples, autênticos e não busque denegrir a imagem deste grande movimento, pois nosso tradicionalismo merece ser respeitado e amado por todos os gaúchos, nosso tradicionalismo merece ser destacado pelas coisas e feitos inovadores e para o bem coletivo e não apenas para promoção pessoal.

Vamos em frente e buscar a cada dia enaltecer nossas tradições gaúchas, para que nossas crianças tenham um Movimento Tradicionalista mais forte e unido no futuro, sem interesses de promoção pessoal e com interesses voltados as tradições deste pago sulino.

Um FELIZ 2016 a cada gaúcho deste Rincão, que nosso patrão celestial derrame todas suas bênçãos sobre cada um de vocês e seus familiares, para que assim possamos juntos estar a cada dia deste novo ano cultuando as tradições deste Rio Grande do Sul.

“Sirvam nossas façanhas de modelo a toda terra”.

Sobre Leandro Chaves

Leandro Chaves
Professor e Tradicionalista. Filho de Italmir Maldonado Chaves (in memoriam) e Ana Maria Castro Chaves. Exerceu diversas funções em Entidades Tradicionalistas de São Gabriel; foi Sota-Capataz e Tesoureiro da 18ª Região Tradicionalista. Atualmente integra o Departamento Social do CTG Tarumã. É o idealizador do Mennatchê, um evento tradicionalista realizado no mês de Setembro, dentro de uma Escola Pública, que tem como objetivo cultuar as tradições do RS.

BOMBEIA TAMBÉM, TCHÊ!

Apresentação temática da Semana Farroupilha está confirmada para próxima segunda

Mesmo diante de todos os entraves e dificuldades financeiras que colocaram em risco a realização ...