Capa » CAMPEIRA » Confirmado o primeiro caso de mormo na Fronteira Oeste do RS

Confirmado o primeiro caso de mormo na Fronteira Oeste do RS

Égua de Alegrete teve doença confirmada e deve ser sacrificada em breve.

Risco de contágio colocou em risco o desfile farroupilha no município.

Foi confirmado o primeiro caso de mormo na Fronteira Oeste do Rio Grande do Sul. No sábado (19), um exame de maleína, para detectar a presença da doença em equínos, apresentou resultado positivo em uma égua em Alegrete. O animal estava isolado há cerca de dois meses.

Segundo o veterinário Joal Pontes, supervisor regional da Secretaria de Agricultura e Pecuária do Estado, nenhum outro cavalo tem suspeita de mormo na região. O animal infectado passará por um exame patológico antes de ser sacrificado. A égua pertence a um produtor rural de Alegrete.

A promotoria do município chegou a entrar com um liminar para cancelar o desfile farroupilha em Alegrete, mas o pedido foi negado pela Justiça. Para garantir a segurança dos animais durante os festejos de 20 de setembro, foi realizada uma rigorosa fiscalização na concentração do evento. Mais de 2 mil cavalos foram inspecionados antes de desfilarem pelas ruas da cidade.

O mormo é uma doença infecciosa que não tem tratamento e pode atingir equinos e humanos. Quando infectado, o cavalo precisa ser sacrificado e cremado. A doença é transmitida pelo contato com o material infectante, tanto diretamente com secreções do doente, quanto indiretamente por meio de bebedouros, comedouros ou equipamentos contaminados.

Em humanos, a doença normalmente se manifesta em até 14 dias. A contaminação acontece pelo contato com animais doentes, fômites contaminados, tecidos ou culturas bacterianas em laboratórios. Os sintomas são febre, lesões com pus, edema de septo nasal, pneumonia e abscessos em diversas partes do corpo. A doença é de difícil tratamento e quase sempre fatal.

No Rio Grande do Sul, o risco de contágio do mormo levou pelo menos 118 prefeituras a cancelarem os desfiles farroupilhas em 2015, segundo levantamento divulgado pela Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs).

Fonte: g1.globo.com

Foto: Cantu em Foco

BOMBEIA TAMBÉM, TCHÊ!

46º Rodeio Nacional do CTG Os Praianos começa neste sábado (28)

Shows nacionais, apresentação de grupos tradicionalistas, gastronomia, danças, exposições e competições artísticas são alguns dos ...