segunda-feira, 19 Fevereiro 2018
Capa » PROSEANDO » Entidades Tradicionalistas de São Gabriel/RS – Origens

Entidades Tradicionalistas de São Gabriel/RS – Origens

Buenas amigos do Mundo Tradicionalista, hoje estaremos falando um pouco de como foram criadas as entidades tradicionalistas em São Gabriel e por qual motivo as mesmas surgiram.

Sabedores que aquele grupo de jovens estudantes do Colégio Julio de Castilhos que não queriam que o Rio Grande do Sul utilizassem os costumes norte-americanos que estavam tomando conta do mundo inteiro, resolveram então se unir e celebrar o que se vivia nas fazendas e que cultivassem tudo aquilo que nossos antepassados vivenciaram.

No Rio Grande do Sul, o Major João Cezimbra Jacques, que era natural de Santa Maria, inspirado na Sociedad La Criolla, funda em Porto Alegre o Grêmio Gaúcho, para unir os riograndenses, que estavam desunidos em função da sangrenta revolução de 1893, também chamada de Revolução Federalista.

E assim foram sendo criadas por este Rio Grande a fora, do 35, o Maragato, o Fogo de Chão, entre milhares que se espalharam pelo Brasil e  hoje existem quase em todos os países do mundo.

Em São Gabriel, isto não foi diferente, até que em 31 de outubro de 1953, um grupo de amantes das lidas campeiras, liderados por um dos homens mais generosos que São Gabriel já teve, Rolino Leonardo Vieira, reunidos no Clube Comercial resolveram criar então uma entidade voltada para cultivar as nossas tradições.

Por ter um coração “enorme” de tão bom que era, e não gostando das injustiças, escolheu o nome Caiboaté em homenagem aos índios mortos na sangrenta batalha ocorrida em 1756 nas coxilhas onde hoje, leva também o nome de Caiboaté.

Então surge a primeira entidade tradicionalista em São Gabriel, tendo como lema: “Esta terra tem dono”.

O CTG Caiboaté, teve como seu primeiro Patrão o senhor Clésio Teixeira, que graças ao dinamismo de seus integrantes e apadrinhados por seu Rolino Vieira, constrói então o primeiro galpão que em seguida foi remodelado, sendo uma das entidades tradicionalistas mais respeitadas do Rio Grande do Sul.

Atualmente, o CTG Caiboaté tem como Patrão o tradicionalista João Luis Nunes Pacheco, contando com uma invernada campeira atuante e  invernadas artísticas que percorrem os mais longínquos lugares para levar o seu nome e São Gabriel por onde passam.

Me despeço desta edição dizendo que é um privilégio estar com vocês, deixando um cinchado quebra-costelas e até a próxima, querendo nosso Pai Celestial.

Sobre Sergio Caiubi

Sergio Caiubi
Formado em Técnico em Contabilidade, Bacharel em Ciências Econômicas e Bacharel em Ciências Jurídicas. Advogado há mais de 17 anos. Foi do Centro de Tradições Gaúchas Tarumã.

BOMBEIA TAMBÉM, TCHÊ!

Feliz Ano Novo …

Foi muito bom!!! Muito Bom mesmo, contar sempre com a tua amizade, durante o ano ...