Capa » PROSEANDO » Heranças de pais para filhos

Heranças de pais para filhos

Nesta semana vamos prosear sobre o contexto que o Grupo de Danças Mirim do CTG Tarumã de São Gabriel está preparando para em breve apresentar ao Rio Grande do Sul.

Um verdadeiro resgate da Herança de Pais para Filho feito pelo através de pesquisa de indumentária e contexto Histórico de Márcio Lima Santos – Tradicionalista. Um resgate de valores e ensinamentos para a formação histórica e cultural do gaúcho, através da arte de dançar, com resgate nos ensinamentos de pais para filhos no dia das estâncias e fazendas do Rio Grande do Sul.

Na tese “O Sentido e o Valor do Tradicionalismo”, Barbosa Lessa escreve que a vida humana, a sociedade, mais o individuo-constitui a principal força na luta pela existência.

Porém, para que o grupo social funcione como unidade, é necessário que as pessoas que o compõem, ou seja, os indivíduos, possuam modos de agir e de pensar coletivamente. Isto é conseguindo através da “herança social”, ou da “cultura”. Graças a ela, os membros de uma sociedade possuem a unidade psicológica que lhes permite viver em conjunto.

E graças à tradição essa cultura se transmite de uma geração a outra, através dos pais, capacitando sempre os novos indivíduos a uma pronta integração na vida em sociedade.

“A idéia nuclear das Tradições Gauchas é a figura do campeiro das nossas estâncias. Por isso, é sumamente necessário que o Tradicionalismo ampare social e moralmente o homem do campo, para que um dia não se chegue á situação paradoxal de manter-se uma Tradição de fantasia, em que se tecessem hinos de louvor a estes campeiros que moram no interior nas estâncias e fazendas, e precisamos mostrar estes valores as novas gerações, e que ao recebermos visitantes de outras querências, possam ver que as tradições gaúchas realmente são belas, e que o gaúcho merece realmente a nossa admiração”. (texto aprovado no 63º congresso Tradicionalista Gaúcho autor – Fabiano Vencato).

Nos trabalhos de entrada e saída, música, instrumentos musicais e figurino, por meio de estudos desta arte campeira, irão destacar as crianças no dia, seus afazeres e aprendizagem, ensinamentos de pais, tios e avós. Desta forma iremos retratar através das coreografias e vestias de entrada e saída os ensinamentos herdados pelos nossos pais.

Com certeza teremos um verdadeiro resgate de nossos antepassados, onde cada peão e prenda do elenco mirim do CTG Tarumã irão emocionar cada gaúcho deste Rio Grande do Sul quando de sua apresentação, pois todas suas coreografias, indumentária e danças serão baseadas neste tema.

Desde já agradecemos por mais este convívio gaúcho, que a cada início de semana, aqui no mundotradicionalista.com.br temos a oportunidade de prosearmos, e pedimos que o nosso Patrão Maior derrame todas suas bênçãos sobre cada gaúcho, para juntos podermos levar o que de melhor existe em nossa cultura rio-grandense.

“Povo que não tem virtude acaba por ser escravo”.

Sobre Leandro Chaves

Leandro Chaves
Professor e Tradicionalista. Filho de Italmir Maldonado Chaves (in memoriam) e Ana Maria Castro Chaves. Exerceu diversas funções em Entidades Tradicionalistas de São Gabriel; foi Sota-Capataz e Tesoureiro da 18ª Região Tradicionalista. Atualmente integra o Departamento Social do CTG Tarumã. É o idealizador do Mennatchê, um evento tradicionalista realizado no mês de Setembro, dentro de uma Escola Pública, que tem como objetivo cultuar as tradições do RS.

BOMBEIA TAMBÉM, TCHÊ!

Caravana da Produtividade passará em São Gabriel nesta sexta-feira (22)

São Gabriel, no RS, receberá 3ª edição da Caravana da Produtividade, ação que levará mais ...