quarta-feira, 17 Janeiro 2018
Capa » ARTÍSTICA & CULTURAL » Prosa com André Teixeira

Prosa com André Teixeira

André Teixeira é natural de São Gabriel. Cantor, compositor, violonista e arranjador começou no meio tradicionalista quando piá. Participou de festivais, rodeios e cantou para invernadas artísticas. Acompanhou grandes nomes da música nativista como Luiz Marenco, Jari Terres, Luciano Maia, Leonel Gomez e por seis anos integrou o grupo César Oliveira e Rogério Melo. Hoje, com seu primeiro trabalho solo o CD “Coração de Campo”, vem abrilhantar a Reculuta em seu primeiro grande show em São Gabriel.

Confira a prosa do Mundo Tradicionalista com André Teixeira:

Mundo Tradicionalista: Quais foram as tuas maiores influências para seguir carreira dentro da musica nativista?

André Teixeira: O que deu vida ao início desta caminhada foi o amor por este chão e a alegria de receber de Deus, o dom. Influências, foram o que aprendi junto a minha família, o que vivi dentro do convívio no campo e ouvindo os grandes artistas, mestres e contadores de toda essa história (poetas, cantores, músicos…) que mostraram o caminho pra seguirmos mantendo viva a tradição.

Mundo Tradicionalista: Quais são os momentos mais marcantes na tua trajetória como violonista, arranjador, compositor e cantor?

André Teixeira: Nesta caminhada, muitas coisas boas pude vivenciar, sempre entre amigos. Por isso afirmo que os momentos mais marcantes são as confraternizações. O que se leva dessa vida são essas coisas simples que nos enchem de alegria. No mais… o que vem a ser marcante na trajetória musical é consequência do trabalho feito com dedicação e respeito ao que se faz e ao próximo.

Mundo Tradicionalista: Quais são as tuas maiores inspirações e referências pra compor os teus trabalhos?

André Teixeira: O universo rural, o gaúcho e sua história.

Mundo Tradicionalista: Como foi o processo de criação e lançamento do teu primeiro trabalho solo, o CD Coração de Campo?

André Teixeira: A elaboração do trabalho partiu da escolha do repertório, baseado no que compus e apresentei nos festivais nativistas até então. O primeiro registro sempre tem uma forte carga emotiva por retratar toda fase inicial da vida artística, por isso o processo foi lento e cuidadoso. Tive ao meu lado, grandes profissionais, amigos os quais admiro e que colaboraram muito para a realização deste projeto desde a fase de idealização, execução até o lançamento e divulgação.

Mundo Tradicionalista: O que mudou na tua carreira a partir do momento que decidiste lançar um trabalho solo?

André Teixeira: Com a intenção de dedicar-me mais a minha carreira, a responsabilidade aumenta bastante, pela necessidade de administrar e cuidar de diversos detalhes imprescindíveis para o bom andamento do trabalho.

Mundo Tradicionalista: Hoje fará teu primeiro grande show, na tua cidade natal, nos 30 anos da Reculuta Tradicionalista Municipal apresentando teu novo trabalho para o público gabrielense. Qual a expectativa para o show?

André Teixeira: Isso me enche de entusiasmo e orgulho. Sou cria desta terra, sou cria da Reculuta e filho desta querência que tanto amo. Espero poder retribuir, através da nossa arte, a todos que sempre me apoiaram, incentivaram e aos quais terei sempre gratidão.

Mundo Tradicionalista: Quais as perspectivas futuras para a carreira? Novos planos?

André Teixeira: Gravar o segundo disco está nos planos, para breve. No momento, a intenção é seguir trabalhando sempre mais, com dedicação e amor ao que faço, levando alegria às pessoas com nossa música de raiz, buscando manter viva a cultura do Rio Grande do Sul.

Serviço:
Show André Teixeira
Dia: 12/09/2016
Local: Parque Tradicionalista Municipal Rincão das Carretas
Hora: 22h00min

BOMBEIA TAMBÉM, TCHÊ!

Apresentação temática da Semana Farroupilha está confirmada para próxima segunda

Mesmo diante de todos os entraves e dificuldades financeiras que colocaram em risco a realização ...