Capa » PROSEANDO » República das Carretas será o tema dos festejos farroupilha de 2016

República das Carretas será o tema dos festejos farroupilha de 2016

A Comissão Estadual dos Festejos Farroupilhas, presidida por Vinícius Brum, Presidente do IGTF, decidiu, no uso de suas competências, na última reunião, no mês de novembro, que o temário e a programação dos Festejos de 2016 serão organizados a partir do tema: “A REPÚBLICA DAS CARRETAS“, na comemoração dos 180 anos da Proclamação da República Rio-Grandenses.

Em razão disso, não haverá apresentação de propostas de temário para os festejos de 2016. A Comissão Estadual tratará de apresentar um roteiro básico do temário durante o Congresso Tradicionalista de Bento Gonçalves.

carretas 1

E, apresentação do tema foi realizada durante o 64º Congresso Tradicionalista Gaúcho, realizado de 8 a 10 de janeiro em Bento Gonçalves, pelo presidente do IGTF – Instituto Gaúcho de Tradição e Folclore, Luis Vinicius Brum. Os tópicos de abordagem, e que deverão inspirar as atividades de instituições ligadas ao tradicionalismo em todo Rio Grande do Sul, são 10:

1 – República, uma ideia: Res + publica (coisa de todos);

2 – Revolução Francesa e maçonaria: veículos de divulgação;

3 – A proclamação da República – Antonio de Souza Neto nos Campos do Seival;

4 – A instalação da República Rio-grandense – Eleição do Primeiro Governo. Piratini;

5 – Os Italianos na Revolução – republicanos e carbonários;

6 – A imprensa – todos os jornais da República Rio-grandense;

7- A organização do Governo – As carretas como meio de transporte dos documentos;

8 – A bandeira Farroupilha, o Hino Farroupilha e o Brasão: símbolos de República Rio-grandense;

9 – O fim da República – Ponche Verde. Um acordo para fim das hostilidades;

10 – Ressurge a República com a Proclamação no Brasil em 1889 – Deodoro da Fonseca e Benjamin Constant.

No Rio Grande do Sul, Julio de Castilhos e Borges de Medeiros. “Entendemos esta data, que marca os 180 anos de um episódio tão significativo na vida do estado e do país, deva ser revisitada, comemorada, debatida, e as discussões sobre o tema haverão de ampliar o espectro do conhecimento e da compreensão de nossa jornada enquanto cultura e sociedade identificáveis’, disse Brum.

carretas 2

A República das Carretas – Barbosa Lessa

A Guerra dos Farrapos aconteceu entre 1835 e 1845. Tendo à frente o General Bento Gonçalves da Silva, reuniu uma plêiade de heróis  como poucos já se viu: Davi Canabarro, Antonio de Souza Neto, Giuseppe e Anita Garibaldi, buscando a emancipação da província contra um Brasil cujo império intervinha de forma a comprometer gravemente a política econômica do Rio Grande do Sul.

Em 1836 implantou-se, na serra do Sudoeste, na cidade de Piratini (que tinha na época em torno de 1.000 habitantes), a capital da República Rio-grandense.  O livro “República das Carretas”, de Barbosa Lessa, flagra que a verdadeira capital em certo momento teve de sair de sua seara nada fortalecida e postar-se em carretas, atravessando campos, cidades, comandadas pelo ministro da Fazenda e Interior Domingos José de Almeida – um herói cujas armas eram documentos, saber administrar, providenciar recursos para os rebeldes, e sofrer de saudades a distância da família, ou seja, um herói autenticamente moderno.

Fonte: MTG-RS

“Sirvam nossas façanhas de modelo a toda terra”.

Sobre Leandro Chaves

Leandro Chaves
Professor e Tradicionalista. Filho de Italmir Maldonado Chaves (in memoriam) e Ana Maria Castro Chaves. Exerceu diversas funções em Entidades Tradicionalistas de São Gabriel; foi Sota-Capataz e Tesoureiro da 18ª Região Tradicionalista. Atualmente integra o Departamento Social do CTG Tarumã. É o idealizador do Mennatchê, um evento tradicionalista realizado no mês de Setembro, dentro de uma Escola Pública, que tem como objetivo cultuar as tradições do RS.

BOMBEIA TAMBÉM, TCHÊ!

ERVA-MATE ESSÊNCIA GAÚCHA

Procura-se DISTRIBUIDOR para a Erva-mate Essência Gaúcha na cidade de São Gabriel e região. Para ...