Capa » PROSEANDO » Tradição, tradicionalismo, regionalismo, nativismo e a mostra folclórica 2016

Tradição, tradicionalismo, regionalismo, nativismo e a mostra folclórica 2016

Buenas Rio Grande do Sul. Com a permissão de nosso Patrão Celestial estamos aqui mais uma vez com o Proseando com Ratinho Chaves. Nossa coluna semanal no mundotradicionalista.com.br.

Nesta semana vamos trazer alguns conceitos de tradição, tradicionalismo, nativismo e regionalismo, além da Diretriz sobre a MOSTRA FOLCLÓRICA 2016, expedida pelo Movimento Tradicionalista gaúcho, MTG RS.

Tradição

(do latim: traditiotradere = entregar; em grego, na acepção religiosa do termo, a expressão é paradosis παραδοσις) é a transmissão de práticas ou de valores espirituais de geração em geração, o conjunto das crenças de um povo, algo que é seguido conservadoramente e com respeito através das gerações.

Tradicionalismo

É um sistema filosófico que coloca a tradição como critério e regra de decisão, entendendo a tradição como o conjunto de hábitos e tendências que procuram manter uma sociedade no equilíbrio das forças que lhe deram origem.

Nativismo

Para a Antropologia é toda ação que procure valorizar a cultura de um lugar, em reação à imposição de uma cultura externa, em geral dominante.

O nativismo faz-se sentir especialmente na história dos povos que foram colonizados por outros, muitas vezes através de revoltas e motins, culminando mais adiante na própria emancipação – ou na completa aculturação.

Regionalismo

É o conjunto das particularidades linguísticas de uma determinada região geográfica, decorrentes da cultura lá existente. Uma de suas principais expressões é o dialeto.

Folclore

É a ciência que estuda a cultura espontânea do grupo social, que estuda todas as manifestações espontâneas do povo que tem escrita (povo gráfico), tanto do ponto de vista material, quanto espiritual. Como o próprio nome sintetiza, é a ciência do povo, são as tradições, os costumes, as crenças populares, o conjunto de canções, as manifestações artísticas, enfim, tudo o que nasceu do povo e foi transmitido através das gerações.

MOVIMENTO TRADICIONALISTA GAÚCHO

MTG COORDENAÇÃO DE CULTURA INTERNA

17ª MOSTRA DE ARTE E TRADIÇÃO GAÚCHA

(Evento paralelo ao ENART 2016)

DIRETRIZES A 17ª MOSTRA DE ARTE E TRADIÇÃO GAÚCHA, tem como objetivo a exposição e a divulgação das pesquisas e atividades culturais desenvolvidas pelas Prendas e Peões coordenados pelos Departamentos Culturais das trinta Regiões Tradicionalistas do MTG, sob a responsabilidade da Coordenação Cultural Interna do MTG, das Prendas e Peões Estaduais, com a participação efetiva dos Departamentos Culturais Regionais.

TEMA:

”MTG: 50 Anos de Preservação e Valorização da Cultura Gaúcha”.

  1. OBJETIVO:

Desenvolver ações que visem conhecer, resgatar histórias e comemorar o Cinquentenário da Federação.

  1. JUSTIFICATIVA:

Valorizar ações e eventos voltados à preservação da Cultura Gaúcha no ano do Cinquentenário do Movimento Tradicionalista Gaúcho, resgatando fatos ocorridos nas regiões tradicionalistas.

  1. PÚBLICO ALVO:

Tradicionalistas participantes do Enart Simpatizantes do Movimento Tradicionalista Gaúcho Comunidade em Geral Prendas adultas, juvenis, mirins, peões, guris e piás regionais e de entidades.

  1. DESENVOLVIMENTO:

4.1 – Atividades realizadas pelas prendas adultas, juvenis, mirins, peões, guris e piás regionais e de entidades. Realizar uma exposição destacando um momento especial ocorrido em sua Região que contribuiu para a história do Movimento Tradicionalista Gaúcho nos 50 anos. Realizar um trabalho escrito relativo á exposição apresentada, a qual deverá ser enviado previamente para o e-mail iararott@hotmail.com

4.2 – Atividade realizadas pelas prendas e peões estaduais: Realizar uma apresentação musical sobre as trinta regiões tradicionalistas, destacando os momentos importantes, de acordo com o material enviado pelas mesmas. No momento da apresentação, um representante de cada RT, prenda ou peão, entrará com a bandeira da Região.

  1. PROGRAMAÇÃO:

Sábado dia 19 de novembro de 2016

9:00hs as 11:00hs – Organização e montagem da mostra

15:30hs – Abertura Oficial

16:00hs – Início das exposições e visitação do público aos stands.

20:00hs – Encerramento

  1. INSCRIÇÕES:

Cada Região Tradicionalista poderá utilizar durante a mostra:

– As prendas regionais (mirins, juvenis e adultas) e peões (peão, guri e piá).

– Prendas (mirins, juvenil e adulta) e peões (peão, guri, piá), das entidades filiadas.

– Cada Região Tradicionalista poderá inscrever até 25 participantes, mais o diretor (a) cultural.

Todos os inscritos terão o direito ás credenciais e aos certificados.

– A data limite das inscrições é até 10 de novembro de 2016, ocasião em que deverão ser enviada a relação dos participantes juntamente com uma cópia da pesquisa (por e-mail), diretamente para o e-mail iararott@hotmail.com

– Na relação entregue deverá constar o nome completo e correto de cada participante, nome da entidade e número do Cartão Tradicionalista e ou RG.

  1. CONTROLE DE PARTICIPAÇÃO:

– Cada participante deverá permanecer na Mostra, de acordo com a escala realizada pelo Departamento Cultural da Região, cabendo a cada Diretor Cultural a responsabilidade do controle, bem como a entrega dos certificados fornecidos pelo MTG, conforme relação encaminhada até o dia 10 de novembro.

– Os certificados serão entregues posteriormente ao Diretor Cultural ou Coordenador Regional de acordo com a confirmação de assinatura na lista de presenças.

  1. LOCAL:

Parque da Oktoberfest em Santa Cruz do Sul (Pavilhão a ser identificado)

  1. DISPOSIÇÕES GERAIS:

– Será de responsabilidade do MTG, a organização do espaço físico para a exposição dos trabalhos que serão expostos pelas regiões.

– Será disponibilizado, para cada região, um espaço previamente definido. Os espaços serão padronizados, medindo 2 metros de largura (profundidade) por 3 metros de comprimento cada um. Portanto as exposições devem se limitar a eles.

– A organização, a montagem e a guarda de cada espaço da exposição são de responsabilidade da coordenadoria regional, através das prendas e peões e do Departamento Cultural das Regiões, assim como o material que será utilizado para a exposição;

– A coleta e retirada do material necessário para a realização da Mostra são de responsabilidade das prendas e peões regionais, com o apoio da coordenadoria regional, através de seu departamento regional;

– Em nenhum momento os espaços (stands), da mostra poderão ficar sem a presença de no mínimo dois inscritos pela coordenadoria;

– Todas as Regiões Tradicionalistas que apresentarem seus trabalhos, receberão um troféu de participação.

“Sirvam nossas façanhas de modelo a toda terra”.

Sobre Leandro Chaves

Leandro Chaves
Professor e Tradicionalista. Filho de Italmir Maldonado Chaves (in memoriam) e Ana Maria Castro Chaves. Exerceu diversas funções em Entidades Tradicionalistas de São Gabriel; foi Sota-Capataz e Tesoureiro da 18ª Região Tradicionalista. Atualmente integra o Departamento Social do CTG Tarumã. É o idealizador do Mennatchê, um evento tradicionalista realizado no mês de Setembro, dentro de uma Escola Pública, que tem como objetivo cultuar as tradições do RS.

BOMBEIA TAMBÉM, TCHÊ!

Caravana da Produtividade passará em São Gabriel nesta sexta-feira (22)

São Gabriel, no RS, receberá 3ª edição da Caravana da Produtividade, ação que levará mais ...